Prescott College Alum publica nova coleção de ensaios sobre o globalismo

Dra. Jeanine Canty Globalismo e Localização Editados: Abordagens Emergentes às Crises Ecológicas e Sociais
Dr. Jeanine Canty

Dr. Jeanine Canty, uma aluna do Prescott College O programa MAP em Ecopsicologia Cultural e o atual Professor Associado em Estudos Ambientais e Liderança Ambiental e a Faculdade Central da Universidade Naropa acabaram de publicar uma coleção de ensaios chamados Globalismo e localização: abordagens emergentes de crises ecológicas e sociais. Informações sobre o volume podem ser encontradas aqui:

https://www.routledge.com/Globalism-and-Localization-Emergent-Solutions…

Dr. Canty descreve a coleção desta maneira: “Considerando o contexto da atual crise ecológica e social, este livro adota uma abordagem interdisciplinar para explorar a relação entre globalismo e localização. O globalismo pode ser visto como uma propriedade emergente positiva da globalização. Este último descreve um sistema econômico e político mundial e, sem dúvida, uma visão de mundo, que aumentou diretamente os níveis planetários de injustiça, pobreza, militarismo, violência e destruição ecológica. Por outro lado, o globalismo representa sistemas interconectados de troca e desenvoltura através do aumento das comunicações entre inúmeras diversidades globais. Em uma estrutura econômica, cultural e política, a localização se concentra em comunidades de pequena escala inseridas na bioregião imediata, proporcionando intimidade entre os meios de produção e consumo, bem como segurança e resiliência a longo prazo. Há um movimento crescente em direção à localização, a fim de combater a destruição causada pela globalização, mas nosso mundo está profunda e integralmente imerso em uma realidade globalizada.

Nesta coleção, os colaboradores expõem a conexão entre o fenômeno local e global em seus respectivos campos, incluindo ecologia social, justiça climática, ecopsicologia, grande história, ecologia da paz, justiça social, resiliência da comunidade, direitos indígenas, permacultura, justiça alimentar, política libertadora, e estudos transformadores e transpessoais ".

A Dra. Canty se descreve como uma amante da natureza, da justiça e da prática contemplativa; concentra seu ensino na interseção da justiça social e ecológica e no processo de expansão da visão de mundo e de mudanças positivas. Ela é editora e colaboradora da Cura Ecológica e Social: Vozes Multiculturais das Mulheres e trabalhos selecionados apresentados no The Wiley Handbook of Transpersonal Psychology, no International Journal of Transpersonal Studies, Sustainability: The Journal of Record, World Futures: The Journal of Pesquisa de novos paradigmas, sombras e luz: teoria, pesquisa e prática em psicologia transpessoal e corpo e opressão: suas raízes, suas vozes e suas resoluções.